CANHOTICES

...em Torres Novas, Ribatejo, Portugal. Do lado esquerdo da vida.

5 canhotices:

Anónimo disse...

Tristeza...

Onde chega o provincianismo seguidista...!

Nem é "israelita" ou "judeu", é mesmo o "ataque sionista", tentando dar aquele toque ideológico que faça esquecer qualquer legitimidade defensiva àquela gente. Como se o direito à autodeterminação ou à simples existência enquanto país não fosse o principal e compreensível intuito do tal sionismo.

É estranho que certos movimentos e alguns partidos (com aqueles estarolas do costume) tenham a estranha capacidade de verificar e acatar as sistemáticas agressões a Israel, alvejando indiscriminadamente, ano após ano, furando acordos e cessar-fogos uns atrás dos outros, já para não falar do facto de assumirem, em alto e bom som, que têm como último objectivo a expulsão completa dos judeus!!!!!!

Depois só acordam quando Israel diz basta?!?!?!?!

Então mas são capazes de tolerar que o Hamas se esconda cobardemente entre crianças e idosos?!?

Terão a coragem de defender a tese de que os israelitas devem ir enterrando os seus mortos com resignação? Com o simples argumento de que são militarmente mais fortes?!?

Faz-me lembrar aquelas famílias em que o irmão mais velho tem de levar tabefes e ser gozado pelo mano mais pequenito sem reagir, pelo facto do pequenito ser mais pequenito, inexperiente e fraco...!

Há excesso de violência? Há sempre. Não há guerras sem excesso de violência, simplesmente porque a guerra é, por definição, violência! O que me admira é a facilidade com que esta gente toma o partido de algo que se materializa diária e dramaticamente na realidade de uma terra a milhas de distância.

PURA HIPOCRISIA!!!

GR disse...

(Só as bestas fascistas gatafunham assim, pobres diabos nem tem onde cair mortos, mas disfarçam-se de hitlerzitos).

Magnifico filme de denúncia.

O que se passa hoje em Israel?
Os crimes do estado sionista são bem conhecidos. A realidade do apartheid é evidente para todos, basta olhar as muralhas que esquartejam a Palestina. Os assassinatos das sinistras polícias políticas de Israel são (em parte) divulgados nos media. As 100 toneladas de bombas já despejadas sobre a população indefesa de Gaza são anunciadas nos jornais israelitas. As perseguições ao espoliado povo palestiniano (10 mil palestinianos presos) são notórias. Por isso – ao contrário do povo alemão dos anos 30-40 – o povo de Israel não pode alegar ignorância. Assim, exceptuando as forças democráticas e progressistas deve-se colocar o problema da responsabilidade colectiva dos cidadãos israelitas que permanecem passivos ou dão apoio (inclusive com o seu voto) a um governo que comete tais atrocidades.
(Resistir.inf)

ACÇÃO de PROTESTO
Dia 8 de Janeiro pelas 18h00
Frente à Embaixada de Israel (R. Antonio Enes, 16 - Lisboa)

GR

Anónimo disse...

A figura de uma "besta" é bastante consentânea com alguém que classifica de "sinistra" a acção da polícia israelita, mas que ao mesmo tempo que esqueçe, bovinamente está claro, o quão sinistro é o assassinato indiscriminado de judeus, mês após mês, ou o uso de crianças como escudo... Curioso...

Para estas cabecitas tontas só vigora a seguinte equação:

país/pessoa + apoio dos/aos EUA = mal absoluto

país/pessoa + desaprovação dos EUA = reduto a defender a todo o custo

Isto sim é redutor. Só um mentecapto consegue viver assim mais de um dia sem estoirar a cabeça.

Acho que sim. Todos à manif. De qualquer maneira, para esta malta, é mais um circo onde podem gritar toda a sua frustação pessoal.

Lili disse...

Claro, caro anónimo, que não é nada sinistro matar indiscriminada e massivamente de uma só vez! O que é sinistro, a valer!, é a sua ignorância. O sionismo, enquanto ideia imperialista precede o "estado" de Israel o que, está bom de ver, boviniza os seus pseudo-argumentos. O Hamas, construção sionista é uma desculpa hipócrita para transformar a Faixa de Gaza num enorme gueto. É bom viver alienado não é? Sempre soube que ser minhoca era menos complicado do que ser-se humano. Pensar dói e esta sociedade materialista, consumista e burguesa só nos quer a dormir. Olhe ligue a sic para levar mais uma banhada da mossad e vá-se deitar de consciência tranquila enquanto milhares de seres humanos são chacinados.

Anónimo disse...

Olha...Mais uma comuna histérica a lavar as frustrações na desgraça alheia...!

Amiguita vermelhusca, "sionismo" só é "imperialismo" nas tais cabecitas de que falava acima, subscritoras de tão tola equação. A menina apenas veio confirmar a teoria:

país/pessoa + apoio dos/aos EUA = mal absoluto

país/pessoa + desaprovação dos EUA = reduto a defender a todo o custo

Já ouviu falar em Sionismo Trabalhista (ou Socialista!)? O tal sionismo é apenas, como dizia eu, a luta do povo judeu pelo direito à existência e à autodeterminação. Depois claro que haverão várias formas de sionismo, dependendo de quem está à frente da política israelita.

Qual é a sua confusão...? Isso é tudo complexo ideológico ou apenas vontade de marrar em algo que mexa?

Agora colar sionismo a imperialismo é coisa de quem só tem boca para passar cassetes, veeezzzeeesss e vvveeezzzzeeesss sem conta...

Subscribe