CANHOTICES

...em Torres Novas, Ribatejo, Portugal. Do lado esquerdo da vida.

3.1.10

A FUGA DE PENICHE: 50 anos depois do combate

Publicada por zemanel |


Há 50 anos, no cárcere fascista de Peniche, viveu-se um dos seus momentos mais decisivos do combate. Os comunistas, entre eles Álvaro Cunhal, que empreenderam o gesto heróico não fugiram procurando a sua liberdade individual e o seu gozo pessoal em busca de uma vida mais folgada. A sua vida continuou a ser clandestina, dura e correndo constantemente perigo de vida. Os comunistas que levaram por diante este combate não fugiram!
Aqueles homens foram movidos pela urgência de trazer o Partido e a sua luta organizada para as ruas de Portugal. Aquele foi o dia de levar a luta Avante!
Naquele dia 3 de Janeiro de 1960 não se sabia quando a liberdade chegaria para os portugueses. Mas aqueles homens (os homens de dentro da prisão e os que cá foram os aguardavam) sabiam que a Liberdade do seu povo estava a ser decidida ali, naqueles breves momentos.
Há 50 anos o Partido Comunista Português, força organizada pela libertação do povo e dos trabalhadores portugueses ficou mais forte e reforçado! A luta intensificou-se: nas fábricas, nas escolas, nos campos, nas colónias ultramarinas. O fascismo começava a esboroar-se.
Naquele dia, nasceu a madrugada que libertou Portugal a 25 de Abril de 1974.

1 canhotices:

Sopro leve disse...

Infelizmente muitos não sabem, ou esqueceram-se dos ideais que levaram tantas pessoas a sacrificarem-se para que houvesse 25 de Abril de 1974.

Subscribe